sexta-feira, 1 de agosto de 2008

"Fale que eu disse alguma coisa!"

Todo mundo tem medo de alguma coisa. O medo é uma das reações mais primitivas do ser humano. É o que herdamos do instinto de "lutar-ou-fugir", comum a quase todos os animais.
Quando eu era menor, tinha muito medo de escuro. Durante muito tempo. Mas tem uma coisa que me assuta horrores. Tem uma coisa que me causa arrepios só de pensar. Só que isso é segredo =P
I'm the bravest!


Engraçado ter surgido no post anterior essa frase "Tenho medo de morrer sozinho". Eu nunca pensei nisso. Porque não vejo muita diferença entre morrer sozinho ou com um monte de gente do lado da sua cama. Mais importante é que durante a vida alguém tenha estado sempre do seu lado.

Aliás, lembro de ter lido que há mais pessoas que dizem ter medo de falar em público do que medo da morte. Isso significa que muita gente preferia estar no caixão à fazer o discurso num funeral.

Mas não custa nada ter alguém lá pra ouvir suas últimas palavras. Na introdução de "Admirável mundo novo" é dito que as últimas palavras revelam o que há de mais profundo e verdadeiro dentro de nós. Então pra fechar, vamos ver um pouco de sinceridade e poesia emanados por estas personalidades no momento derradeiro:

"Sim, mas não muitas" - Gerrit Achterberg, poeta holandês.
Achterberg tinha acabado de estacionar seu carro, quando sua esposa perguntou: "Shall I bake some potatoes?" Após responder a questão ele sofreu uma ataque fatal do coração.

"Eu nunca deveria ter trocado de Scotch para Martini." - Humphrey Bogart

"Não é nada... não é nada..." - Franz Ferdinand (O duque, não a banda...)

"How about this for a headline for tomorrow's paper? 'French Fries'." - James French (condenado à cadeira elétrica)

E o número um em presença de espírito:
"Não deixe isto acabar assim. Fale a todos que eu disse alguma coisa." - Francisco (Pancho) Villa

Verdadeiros filósofos u.u


**Frase do dia: "Ou a mulher é fria ou morde. Sem dentada não há amor possível." - Nelson Rodrigues (grande Nelson...)

8 comentários:

Comentador Fiel disse...

Vou citar uma frase que eu ouvi de um paciente terminal, que é de onde eu tirei essa frase..

"Sabe, eu não vou morrer triste e sabe porque? Minha esposa, meus fihos, meus netos que todos os dias vem aqui ao meu lado me levam a ver o quanto eu construi. Quem morre triste é quem morre sozinho, a companhia deles me conforta."

se o Rábula estiver certo e tudo o que eu construir for dinheiro, vou morrer sozinho vendo meu extrato bancário.

Me sinto bem mehor agora.

John, O Lobo disse...

Bom, se o caso é vontade de ter alguém segurando sua mão, eu diria que é pura carência afetiva. Resolve-se ao se contratar uma enfermeira.

Agora, talvez ele esteja dizendo que ter alguém que se importa com ele é importante. Isso sim é honorável. e as visitas dessas pessoas são mero efeito do amor que elas tem por vc, e não condição para existência dele.

E o Rabula não disse isso. Ele disse que vc vai ser rico, por isso não precisa se preocupar, pq outras coisas tb virão. Bem, eu me preocuparia, pq dinheiro de fato atrai pessoas, nem sempre interessadas só no dinheiro. Mas rico ou pobre, vc é que precisa cativá-las.

Rábula disse...

E com dinheiro é beeeem mais fácil cativá-las. É bem mais fácil ter amigos. E não adianta Champz, mesmo que você não aceite isso. Há muita gente que gosta de você ;D Você não morrerá solitário.

Comentador Fiel disse...

acjo que eu devia fazer um curso de como me comunicar e de como expressar a ironia, já que ninguém entende as minhas mensagens.

Mas amo os dois do mesmo jeito.

beigos

Comentador Fiel disse...

mas vou tentar ser mais claro sobre o que o cara disse:

não importa o motivo, o que importa é que essas pessoas existem.

capiche?

John, O Lobo disse...

Mimimimimimi
Essa conversa é boba
mimimimi

Estamos caminhando em círculos. Concordamos no que é importante, e isso basta.

RamX disse...

http://www.square-enix.co.jp/snoopy/

voltei a atualizar meu blog Dr Lobo

Curte que lindo, sei que você vai amar o site q eu te mandei aehuieahoae abraçoss!

Nanda disse...

"Eu nunca deveria ter trocado de Scotch para Martini." - Humphrey Bogart


Huauhauahuhauauhuah, boa, boa...

Eeeei, we'll soon be seeing each other again.